A XXS, Associação Portuguesa de Apoio ao Bebé Prematuro acaba de lançar a 2ª Campanha “XXS-XXL, Pequeno no Tamanho, Grande no Coração”, que tem como objetivo contribuir para dotar as Unidades de Cuidados Intensivos Neonatais de todo o País, de material de conforto necessário para estes bebés. Os gorros e botinhas vão permitir manter os bebés quentinhos e ajudar a promover o vínculo afectivo com os seus pais, através do Método Canguru (também conhecido como “contacto pele a pele”). Este método consiste no contacto, precoce, prolongado e o mais contínuo possível, de pele com pele, entre os pais e o bebé, permitindo um maior envolvimento no cuidado ao recém-nascido. Este bebés de baixo peso têm ainda mais tendência para arrefecer as extremidades do seu frágil corpinho e, por isso, estas peças ajudam a que se mantenham a uma temperatura estável – giros e confortáveis!

Já podem imaginar que no mesmo minuto em que esta campanha me foi apresentada, eu aceitei colaborar e me envolvi de coração cheio. Rapidamente percebi que estes gorros e botinhas iam aquecer não só os bebés XXS, mas também os corações dos seus pais, irmãos, família, amigos e profissionais de saúde que os acompanham dia-a-dia nas Unidades de Cuidados Intensivos Neonatais. Ora, só com o meu par de mãos não ia longe e por isso, preciso que se juntem a mim nesta campanha! Desenhei os modelos, escrevi as instruções e a agência Final Solution paginou o nosso “Pequeno Manual de Grandes Ações”, onde encontram as instruções necessárias para tricotar os gorros e as botinhas para a campanha.

Descarrega aqui: Pequeno Manual de Grandes Acções

Desenhei modelos muito simples, tricotados com base num rectângulo em malha de liga – apto para todos os níveis de tricotadeiras…mesmo para as que aprenderam hoje, agora mesmo! O ponto mousse pode ser tricotados sempre em meia ou sempre em liga, como for mais cómodo para vocês, e as medidas destas peças são tão pequeninas que é um óptimo projecto para andar na mala. Podem tricotar em qualquer lado e qualquer pequena espera pode acabar a aquecer um bebé XXS!

Mas, além das instruções, já sabem que não resisto e a mostrar como se faz e, por isso, preparei 2 video-tutoriais onde mostro como executar os gorros e as botinhas XXS em pormenor, desde a montagem das malhas aos remates finais. Também falo sobre algumas recomendações especiais: uma vez que estas peças serão utilizadas por bebés em Unidades de Cuidados Intensivos Neonatais, é muito importante que sejam tricotadas em algodão ou fibras anti-alérgicas, adequadas para bebés e sem pelo. Estas peças serão sujeitas a lavagens intensivas e muito frequentes, por isso, optem por fibras de qualidade – com apenas um novelo conseguem completar vários conjuntos! Sempre que possível, escolham cores neutras, que sirvam para meninas e meninos, porque isso facilita muito a gestão de stock por parte dos hospitais. Eu testei com sucesso as lãs gentilmente doadas pela Rosários4 para esta campanha: “carícia”, “be cool” e o algodão “for nature”, e gostei muito do resultado (não deformaram mesmo quando os lavei a 90ºC na máquina de lavar!).

Agora toca a dar ás agulhas que a entrega dos gorros e botinhas deve ser feita até ao dia 17 de novembro (dia em que é celebrado o Dia Mundial da Prematuridade) em qualquer uma das 12 lojas Knot espalhadas pelo país, ou na sede da associação XXS (na Maternidade Alfredo da Costa). A Nestlé, também parceira nesta iniciativa, irá posteriormente recolher o material e entregar junto de todas as Unidades de Cuidados Intensivos Neonatais de todo o país.

Juntam-se a mim?

Pin It on Pinterest